Ricardo Oliveira Colunista da Coluna da Poesia

Olho para o céu, limpo e suave…
E num aroma de amor,
Um breve tempo em mim!
Tempo e espaço infinito.
Certifico-me de que não estou enlouquecido,
Não, definitivamente não estou,
Em meio a loucura,
Mas sim, querendo ver o sonho.

Sonho verdadeiro e belo,
Enquanto meu mundo passa por transformações.
Olho para o céu, limpo e suave…
E num aroma de amor,
Há segredos inconfundíveis.
Percebo a estrada alongada,
Que leva até onde eu desconheço,
Muito além do tocável.

Olho para o céu, limpo e suave…
E num aroma de amor,
E caminho por esta estrada.
Que vai muito além do que vejo
O mistério e o segredo em plenitude.
Hoje, sinto o cheiro do perfume das rosas,
No decorrer dos meus passos.
Então, em menos de segundos,
Sou trazido de volta a realidade,
São as escritas a ficarem permanentes,
E eu desejando a noite cair.

POR RICARDO OLIVEIRA

 

>>Quer receber as noticias da Folha de Florianópolis? Entre em um grupo de sua preferência  no WhatsApp  ou Facebook Aqui<<