Ricardo Oliveira (Poeta)

Não há sol,
Muito menos chuva!
Na luz de um olhar,
A esperança de um novo dia.

São os trabalhadores,
Que lutam para sobreviver,
E com alegria intensa no rosto,
Nos ajudam a melhor a viver.

Dependem de seus ofícios,
Para trazer pão à mesa.
E transmitem fluidos pelas veias,
Por cada despertar de sutileza.

Os esforços são merecidos,
Assim como seus valores!
A poesia é a gratidão,
Por tanto amor reconhecido.

Salve! Salve!
Os corações abertos,
Cujo conhecimentos nos ajudam!
A enfrentar o dia a dia.

Muitos são anônimos,
Passando despercebidos,
Mas, meu olhar poético,
Os enxergam, mesmos sendo sofridos.

É por isso que a homenagem,
Não vem a ser apenas uma lembrança,
Ela chega como marcas,
Escritas além das histórias…

Por Ricardo Oliveira