O roubo ocorreu pela manhã de domingo, por volta das 5h40min. Um criminoso rendeu os moradores e, após manter em cárcere os homens da família, o assaltante levou uma mulher em outro quarto e a estuprou.

A DRR foi acionada pela 8ª DP, que relatou os fatos. A vítima foi encaminhada à Maternidade Carmela Dutra para procedimentos protocolares em casos de crime sexual. Os policiais civis se deslocaram para o local do roubo com a finalidade de acompanhar a perícia e falar com as demais vitimas, dando início à investigação. O assaltante havia fugido levando o carro da família. O homem então foi localizado e preso pela PM no Santinho, no pátio de um residencial, onde estava o veículo.

Quatro roubos

O preso tem 26 anos, estava em Florianópolis há cerca de dois meses e tem contra si dois mandados de prisão expedidos pelo Rio Grande do Sul. A autoria do assalto nos Ingleses ficou comprovada e duas vitimas o reconheceram como autor, além da arma e roupas apreendidas no apartamento. Diversos objetos, além do carro, foram recuperados na posse dele. De acordo com a delegada Ana Cláudia Pires, em interrogatório, ele confessou a autoria de quatro delitos, descrevendo todos os fatos com detalhes – alegou que o estupro foi praticado por um comparsa, mas que não foi visto por nenhuma das vitimas. Na residência dele foram encontrados produtos de origem desconhecida e duas armas de fogo.

No apartamento do homem, os agentes da DRR também localizaram a roupa e uma máscara utilizadas durante roubo praticado na manhã do dia 27, por volta das 05h30min, quando foi vitima uma família do Paraná, que estava na casa de praia no Santinho. Também pelas características físicas verificou-se a provável participação dele em roubo cometido no dia 31 de julho, no estacionamento de uma loja em construção, na Rodovia Jose Carlos Daux, no trevo dos Ingleses. Nesta madrugada, foi subtraída a arma do vigilante e um notebook. Apesar de não ter sido obtido contato com a vitima, constatou-se que uma das armas apreendidas foi a levada do vigilante.