Notícias

Astronomia: Hubble pode perder o posto de maior telescópio espacial
Florianópolis

Astronomia: Hubble pode perder o posto de maior telescópio espacial 

A sua importância se dá se ao fato de Hubble atrair imagens de um ponto fora da atmosfera e sem depender de aspectos climáticos, já que está a 600 quilômetros da superfície da Terra. Sem o telescópio, seria impossível obter informações tão precisas das galáxias e outros corpos celestes, principalmente daqueles que estão além do nosso sistema solar.

Programado para março de 2021, a NASA (agência espacial norte-americana) trabalha para lançar ao espaço o Telescópio Espacial James Webb. O satélite visa obter imagens incríveis da Via Láctea e a realizações de novas observações sobre o período em que as primeiras estrelas e galáxias se formaram.

Dessa forma, o gigante Hubble pode talvez perder o seu reinado espacial. Apesar de atrasado, especula-se que James Webb tem a intenção de substituí-lo pelo fato de empregar novas tecnologias em sua construção e possuir um espelho único de captação 2,5 vezes maior que o espelho de Hubble.

De acordo com o diretor dos Planetários de São Paulo, João Fonseca, Hubble não vai ficar para trás. “O James Webb tem uma câmera muito mais sofisticada, mas o Hubble não vai ficar para trás. Ele vai continuar no espaço e vai continuar fazendo pesquisas da mesma forma. Não será uma substituição, ele ainda ficará ativo até quando conseguir”, explica Fonseca



Outras Notícias

Deixe uma resposta

Campos Obrigatórios *