Segundo o delegado João Fleury, as investigações realizadas apontaram indícios suficientes de autoria e materialidade contra os investigados, sendo que foi expedido mandado de prisão preventiva contra o principal suspeito pela suposta venda de armas.

Nesta sexta-feira, quatro buscas domiciliares foram cumpridas, sendo que novos materiais probatórios foram apreendidos, além de duas armas de fogo: uma pistola .380AUTO e um revólver cal .22LR, 32 munições, uma bicicleta furtada e outros objetos.

O homem foi apresentado na Central de Plantão Policial de São José, considerando que o flagrante ocorreu em um imóvel localizado na Comarca. As investigações foram conduzidas pela DECRIM, sendo que equipes da DP do Continente, DECOD e do Canil K-9 da DPGF prestaram apoio.