O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participou de reunião online do Grupo de Trabalho BR-101 do Futuro, realizada pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), que debateu o reequilíbrio econômico-financeiro das obras do Contorno Viário de Florianópolis.

Durante a reunião, Freitas reiterou a importância da obra para a sociedade e destacou que uma obra dessa magnitude não pode ser paralisada. “Estamos perdendo tempo, na minha visão. Essa obra é importante para população e tem tudo para ser concluída em 2023, como previsto pela concessionária”, disse o ministro.

Durante o debate, a concessionária Arteris informou que pretende investir R$ 3,7 bilhões até 2023 na construção do Contorno Viário de Florianópolis, a maior obra de infraestrutura de Santa Catarina, cujo objetivo é desviar o tráfego de longa distância do eixo principal da BR-101, administrada pela concessionária Arteris Litoral Sul. O Contorno Viário de Florianópolis será um corredor expresso de 50 quilômetros, com pista dupla, seis acessos por trevos, quatro túneis, sete pontes e mais de 20 passagens em desnível.