Esses toques invisíveis me fazem sentir a sensibilidade de poder aventurar nos
encantos de uma sereia, que se mistura aos astros existentes no universo, com a
finalidade indomável, de desorientar qualquer poeta, que porventura, se deixe seduzir.
A verdade estampada está na busca intensa pelos reais sentimentos, escondidos nas
profundezas do ser. Não inútil, pensar em viver o tempo todo, sendo alguém que,
necessita escrever apenas, mediante as conexões espirituais, ajudando no claro
desenvolvimento da construção de uma poesia intocável.

A poesia me vem na mais terna das benevolentes almas virginais. Almas, no
qual, são confusas e, dessa confusão, se banham de nuances, penetrando um céu
envolvente, na desorientação de uma experiência impossível de ser explicada. Quem
são essas almas? A alma do poeta e a alma da andorinha. Eu não consigo revelar seus
segredos e ela não sabe o que se passa em mim. Como dois estranhos, porém, de forma
sublime, um reflexo da candura vista no espelho. O espelho não como a conhecemos,
mas, ao nos vermos nas águas.

Fico a imaginar, o quanto me honraria, ter a esperança simples, de suspirar do
jeito que Fernando Pessoa, se entregava em suas escrituras, ao falar de Ofélia. Ou em
Tróia, na ousadia do menino Paris, em desafiar o marido de Helena e,
apaixonadamente, a levar para sua casa, sua cidade. Assim, também, ao lembrar-se de
Romeu e Julieta.

A morte que invadiu seus corpos em beneficio de um amor proibido.
Um veneno insuportável, um morrer prematuro, uma violência nos dias de
hoje, mas, naquela época, um ato de superação, um ato de contemplação, um ato de
dizer que amar vai além de estar morto. Por que não escrevemos cartas do puro
romantismo, para as/os amantes, tudo por, desejar, um instante sequer, estar
docilmente, perto um do outro.

É em minha vontade, as navegações, pelo qual, sou
motivado a permanecer em constante viagem. Em meio ao caos do mundo, infelizmente,
me foi incabível, ouvir de antemão, a comunicação de quem, voa, mesmo estando
próxima demais.

Por: Ricardo Oliveira.