Para este domingo, dia 15, primeiro turno das Eleições Municipais de 2020, Polícia Militar e Polícia Civil estarão preparadas para preservar a ordem e a segurança do pleito em todos os municípios catarinenses.

A Polícia Militar estará com todo efetivo atuando para preservar a ordem pública dos cidadãos e do processo eleitoral e a Polícia Civil terá uma base especial de apoio jurídico e operacional.

Os principais tipos de ocorrências detectadas nos últimos processos eleitorais foram o de desentendimento entre cabos eleitorais; tumulto nas imediações dos locais de votação; propaganda não autorizada e possíveis brigas e desentendimentos pontuais.

“Vamos estar com o policiamento ostensivo nos locais de votação com maior concentração de eleitores. E estamos preparados para resolver de forma efetiva os problemas contra a ordem pública, sanitária e quanto às regras eleitorais relacionadas ao pleito”, completou o comandante-geral da PMSC, coronel Dionei Tonet.

Polícia Civil cria Centro de Apoio de Polícia Judiciária Eleitoral
👉Este ano, a Polícia Civil de Santa Catarina inova ao criar o Centro de Apoio de Polícia Judiciária Eleitoral. O objetivo é prestar apoio jurídico e operacional a todas as unidades policiais do Estado durante o pleito eleitoral municipal que ocorre no próximo domingo (15).

A base funcionará das 14h do dia 11 de novembro (quarta-feira) até as 08h do dia 16 de novembro ( segunda-feira) com equipe especializada em matéria eleitoral.

Esta equipe, permanecerá reunida em sala especial dotada de meios tecnológicos para prestar pronto atendimento aos policiais civis em campo ou nas unidades e se depararem com situações complexas relacionadas ao pleito eleitoral. A ação visa propiciar maior segurança e padronização dos atendimentos e tomadas de decisões em casos relacionados à matéria criminal eleitoral.

“O Centro de Apoio de Polícia Judiciária Eleitoral estará à disposição para auxiliar os policiais civis de todo o Estado de Santa Catarina na prestação de um serviço público mais eficiente”, destaca o Delegado-Geral da Polícia Civil, Paulo Koerich.