Após informação de que a Celesc fará cobrança retroativa aos consumidores em relação à tarifa de energia elétrica, o Procon da Prefeitura de Florianópolis notificou a empresa para que seja esclarecida a forma que a cobrança será realizada. A autorização do reajuste de valor ocorreu após o Tribunal Regional da 4ª Região suspendeu a liminar da Justiça Federal que suspendia o aumento.

Além do esclarecimento, o Procon da Capital também solicitou que os consumidores tenham a possibilidade de parcelar o valor reajustado, a fim de evitar inadimplências e endividamentos. O diretor do Procon, Fernando Fernandes, ressalta a importância que a Celesc mantenha a transparência em relação aos valores cobrados.
“Os consumidores têm direito de receber informação clara sobre o reajuste retroativo, bem como de se planejarem financeiramente para este aumento repentino”, afirma.

Denúncias e reclamações

Para realizar denúncias ou efetuar reclamações sobre empresas ou serviços, a população pode registrar o caso diretamente pela plataforma online do Procon, no site procon.pmf.sc.gov.br.