Aguardada há mais de 10 anos, a obra de revitalização da SC-401, que dá acesso ao Norte da Ilha, em Florianópolis, foi entregue pelo governador Carlos Moisés na manhã desta terça-feira, 22. Com investimento de R$ 33 milhões, foram executados serviços em um trecho de 12 quilômetros da rodovia estadual mais movimentada de Santa Catarina, entre os entroncamentos com a SC-404, no bairro Itacorubi, e a SC-402, em Ratones. A obra faz parte do programa Novos Rumos, um conjunto de ações estratégicas do Governo do Estado para melhorar a malha viária catarinense.

“É uma revitalização importante, é mais segurança para os que trafegam aqui. Foi executada com recursos próprios, resultado das economias que estamos fazendo nesta gestão. Dessa forma, fazemos com que o dinheiro seja aplicado em benefício da sociedade. Temos ainda outras melhorias para implementar, como por exemplo, as ciclovias. Estamos mantendo o compromisso de investir na infraestrutura catarinense e em todas as outras áreas”, destacou o governador.

Os trabalhos na rodovia iniciaram em 26 de agosto de 2019 e foram finalizados um mês antes do prazo final, previsto para 23 de janeiro de 2021. Os serviços foram realizados principalmente à noite e durante a madrugada, para minimizar os transtornos e causar o menor impacto ao trânsito da região. Grande parte da rodovia está em perímetro urbano e o fluxo durante a temporada chega a 80 mil veículos por dia.

“É uma obra aguardada há décadas e de fato necessária pelo seu volume de trânsito e por conectar ao Norte da Ilha. Agora conseguimos garantir a segurança e trafegabilidade dessa região”, pontuou o secretário da Infraestrutura, Thiago Vieira.

Conforme o secretário, a revitalização foi só o primeiro passo. O Governo do Estado ainda planeja resolver outros aspectos relacionados à mobilidade. Em breve, será contratada empresa para execução do projeto para ligar a estrada Caminhos dos Açores à entrada da região de Cacupé. Também está prevista a ligação de todas as marginais com terceiras faixas entre o bairro Monte Verde e Cacupé e incluir uma terceira faixa no Morro das Madeireiras, além da construção de ciclovias. “Já estamos na fase de licitação para contratação do projeto. Em 2021 executamos o projeto e iniciamos as obras em 2022”, acrescentou.

O presidente da Santur, Leandro Mané Ferrari, salientou que a obra, além de garantir segurança, favorece e fomenta ainda mais o turismo na região. “É Santa Catarina cada vez mais segura. É disso que precisamos para ter uma temporada de verão cada melhor”, ressaltou.

O prefeito Gean Loureiro destacou que a obra da rodovia foi feita com muita qualidade. “Agradeço a compreensão deste Governo, que busca cada vez mais abrir portas para parcerias e investir em novos projetos. Com o Estado e município, cada um fazendo seu trabalho e muitas vezes em conjunto, quem ganha é a sociedade. Aqui em Florianópolis essa parceria vem acontecendo”, frisou.

Acompanharam o ato a vice-governadora Daniela Reinehr, o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública, delegado-geral Paulo Koerich, a secretária da Fazenda em exercício, Michele Roncalio, o deputado estadual Renato Pike, entre outras autoridades e comunidade.

Os serviços executados

Para a revitalização do pavimento foi realizada a fresagem dos segmentos trincados das pistas e o preenchimento com massa asfáltica, sendo executada uma camada de reforço com asfalto borracha em todas as faixas de tráfego. Foram substituídas as defensas metálicas por barreira de segurança de concreto tipo New Jersey, sendo executadas as canaletas de concreto para drenagem da pista. Toda a sinalização horizontal foi refeita, sendo implantadas tachinhas refletivas nos bordos e eixo das faixas de tráfego, trazendo maior segurança para os usuários.

A implantação da faixa de tráfego adicional entre o Cemitério do Itacorubi e a entrada para o bairro João Paulo (Tecnópolis), aumentou a capacidade e a segurança do tráfego daquela região, como também a segurança dos pedestres com a execução de calçada em todo o segmento.

A implantação da rótula em frente ao cemitério Jardim da Paz disciplinou melhor o trânsito dos usuários que querem se dirigir ao bairro João Paulo ou ao bairro Monte Verde, eliminando as paradas obrigatórias que existiam no local.

A adequação do traçado da rodovia entre o Caminho dos Açores e o viaduto do Cacupé, com o alargamento do corte, permitiu a implantação das barreiras de concreto e a implantação dos acostamentos, melhorando o trânsito dos ciclistas na região.