A tropa brasileira está pronta para o salto no Exercício Culminating, exercício combinado entre Brasil e Estados Unidos em Fort Polk, Lousiana, em solo americano. Na última terça, 19 de janeiro, os 172 militares da subunidade Culminating, formada pela Companhia de Fuzileiros Paraquedistas do Exército Brasileiro, realizaram atividades de adaptação ao equipamento de salto americano, o paraquedas T-11, e obtiveram habilitação para saltar de aeronaves do Exército dos EUA.

A adaptação consistiu de oficinas que compreenderam a apresentação do equipamento, o briefing de orientação por mestres de salto e o treinamento, ainda em solo, de técnicas de saída da aeronave. O salto real está previsto para ser realizado na tarde desta quarta-feira, 20, na Zona de Lançamento de Avelino, localizada no interior do campo de instrução do Joint Readness Training Center (JRTC), em Fort Polk, Louisiana.

A subunidade Culminating chegou em Fort Polk no dia 4 de janeiro. Em seguida, a tropa cumpriu período de quarentena exigido pelas autoridades sanitárias americanas em prevenção à Covid-19, até domingo, 17. O período também serviu como aclimatação da tropa ao inverno americano, que tem atingido temperaturas diárias de 0° C. Na sequência, os militares brasileiros iniciaram as atividades de preparação técnica para o exercício propriamente dito.

Exercício Combinado
O Exercício Culminating é a última fase de um intercâmbio realizado entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos, conduzido ao longo de cinco anos. Nessa etapa, militares da Brigada Paraquedista brasileira enquadram-se em um batalhão de uma brigada da 82ª Airborne Division, nos EUA. O exercício se estenderá até o dia 22 de fevereiro.

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército