Na terça-feira, 26, lideranças religiosas protocolaram na Câmara dos Deputados em Brasília,  mais um pedido de impeachment de Jair Bolsonaro devido à desastrosa condução do enfrentamento da pandemia pelo presidente.

A petição foi assinada por 380 bispos, pastores, padres e frades ligados a igrejas católica, anglicana, luterana, presbiteriana, batista e metodista e ainda representantes de 17 movimentos cristãos.

Entre os signatários estão dom Naudal Alves Gomes, bispo primaz da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, e dom José Valdeci Santos Mendes, bispo de Brejo (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Sociotransfomadora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).