Ranking 2021 da Endeavor aponta Florianópolis como a 2ª cidade mais empreendedora do Brasil

Florianópolis está no topo das 100 cidades brasileiras mais empreendedoras do país. É o que aponta o Ranking 2021 da Endeavor, uma organização global sediada em Nova Iorque, EUA, que atua há mais de 20 anos com empreendedores de alto impacto de diversos países. Na classificação geral, a Capital do Estado de Santa Catarina figura na 2ª posição com a nota 8,1. O 1º lugar na lista das dez primeiras é ocupado por São Paulo, seguido de Florianópolis, Osasco, Vitória, Brasília, São José dos Campos, São Bernardo do Campo, Jundiaí, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Para estabelecer esse índice, a Endeavor, em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap), analisou as 100 cidades brasileiras mais populosas com base em seis indicadores específicos: Ambiente regulatório, Infraestrutura, Mercado, Acesso à Capital, Inovação, Capital Humano e Cultura Empreendedora. No critério que mensura o conjunto de habilidades e capacitação técnica dos trabalhadores, o Capital Humano, e no indicador de Inovação, Floripa se destaca, ocupando o primeiro lugar com as notas 8,8 e 8,5, respectivamente. No item Acesso à Capital, mesmo na 6ª posição, o município foi avaliado com nota 8,4.

“De modo geral as economias seguem impactadas pela pandemia, mas receber uma notícias dessas demonstra que estamos no caminho certo para uma recuperação rápida, o que será possível aqui em Floripa justamente porque temos um ecossistema empreendedor consolidado e uma rede de apoio atuante. Esses dados indicam uma projeção positiva, importantes para manter o mercado otimista e atrativo para investimentos e novos negócios”, comenta o Prefeito Gean Loureiro.

Em relação ao critério Acesso à Capital, a Prefeitura de Florianópolis criou e mantém há três anos o programa Juro Zero, que concede empréstimos sem juros para Micro Empreendedor Individual (MEI) e Micro Empresa (ME). A iniciativa já emprestou pouco mais de R$: 4,103 milhões, beneficiando 1.235 mil negócios locais. A taxa de prejuízo em reais é zero, e a taxa de inadimplência acima de um dia de atraso é de apenas 0,45%. No indicador Capital Humano, a administração municipal também contabiliza investimentos. Por meio do programa Floripa Cidade Empreendedora, firmado com o Sebrae, já foram realizadas três edições do programa de aceleração para MEIs, o Salto Aceleradora do Impact Hub, que levou mentoria especializada para mais de 150 empreendedores.

No Indicador Inovação, Florianópolis é conhecida por ter um ecossistema consolidado e maduro, fruto da parceria entre a iniciativa pública e privada. Há dois anos, a administração municipal firmou parceria com a Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), expoente do segmento, um programa chamado de Rede de Inovação, para receber e dar suporte aos novos negócios e fortalecimento dos que já existem. O município também mantém o Programa de Incentivo à Inovação para incentivar o desenvolvimento de novos negócios inovadores. Além disso, a Prefeitura de Florianópolis entrega ainda no primeiro semestre deste ano, o Centro de Inovação Social. As obras estão em andamento e o local onde estava um antigo fórum desativado, funcionará como uma incubadora de novos projetos e empreendimentos para a área social. Estão sendo investidos R$: 1,207 milhões na reforma e estrutura do espaço.