Em sessão solene nesta segunda-feira, 01 de Fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) realizou a abertura do ano judiciário de 2021 com a presença de alguns ministros da Corte e de autoridades como o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Uma das ausências, porém, foi a do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A cerimônia aconteceria de forma virtual, transmitida por meio de videoconferência. Entretanto, diante do interesse de algumas autoridades em comparecer presencialmente, o Supremo decidiu tomar medidas sanitárias, a fim de evitar a propagação do coronavírus.

Dentre os ministros, compareceram presencialmente, além do presidente da Corte, Luiz Fux, os ministros Dias Toffoli, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Nunes Marques. Virtualmente, participaram Marco Aurélio Mello, Gilmar Mendes, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Edson Fachin e Alexandre de Moraes.

Entre as autoridades, marcaram presença o presidente da República, Jair Bolsonaro, o vice Hamilton Mourão, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), os ministros da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, e da Advocacia-Geral da União, José Levi, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

Ao longo do primeiro semestre deste ano, o Supremo tem 37 sessões agendadas; algumas delas de grande repercussão, como o direito ao esquecimento, a forma como o presidente Jair Bolsonaro vai prestar depoimento no inquérito que apura uma suposta interferência dele na Polícia Federal, a cobrança do ICMS e o prazo das patentes.