A Vigilância em Saúde de Florianópolis recebeu, apenas em março, mais de 40 denúncias de irregularidades em escolas da capital. Nesta segunda-feira, 15 de março, a equipe de fiscalização atendeu uma ocorrência em uma escola do Continente, onde 3 crianças que estavam em isolamento domiciliar foram mandadas à escola pelos pais. Mesmo após contato com os responsáveis, a escola informou à Vigilância Sanitária que os pais não iriam buscá-las sem que o turno escolar estivesse acabado. As crianças eram contatos de casos positivos e já tinham sido informadas formalmente sobre o afastamento. Os pais ou responsáveis foram multados pela Vigilância Sanitária de Florianópolis em 1.250 reais.

Além desta ocorrência, na tarde desta quarta-feira, 17 de março, a Vigilância em Saúde recebeu várias denúncias de funcionamento irregular de escolas. Uma das denúncias, atendida no Continente, foi de uma escola que, além do funcionamento contrariando o decreto municipal, estava atuando sem alvará sanitário. As irregularidades foram constatadas no momento da fiscalização sanitária, onde trabalhadores do espaço esconderam 20 crianças para omitir seu funcionamento. A ação foi feita em conjunto com a Guarda Municipal de Florianópolis (GMF). A escola foi interditada e multada por manter atividades presenciais com crianças, contrariando o decreto. A multa foi no valor de 2.500 reais. Outra multa será aplicada pela falta de alvará do estabelecimento que vai de 125 a 2.500 reais.

A equipe da Secretaria de Saúde informa que tem atuado para garantir a segurança para todos no ambiente escolar. A população que quiser ajudar, pode denunciar quaisquer irregularidades entrando em contato com o 153 da Guarda Municipal ou realizar uma denúncia no site https://covidometrofloripa.com.br/, na aba “Denúncias Vigilância Sanitária”