Isabela Toledo Colunista

Vivemos dias repletos de desafios. Manter a saúde física com certeza é um dos principais. Mas a pandemia não é somente sobre o vírus da doença física. A pandemia também é sobre o vírus da solidão, da angústia, da depressão, da ansiedade.

“Que recebe as notícias no Whatsapp? Entre no grupo AQUI

Há tempos, os debates sobre a negatividade do individualismo e do egoísmo tentam sensibilizar as pessoas sobre a necessidade da comunidade e da convivência. Sempre existiu o medo de que a tecnologia afastasse as pessoas e prejudicasse a essência do SER humano.

Agora, quando estamos impedidos de entrar e sair dos lugares que quisermos, marcar encontros, fazer comemorações, reunir a família, ir à igreja, ir à escola, percebemos que a tecnologia, na verdade, se tornou um alento, um respiro, um lugar para tomar fôlego e continuar a caminhada do isolamento. O medo agora é outro: que crianças e jovens não saibam diferenciar humanos e avatares. Nós somos seres tecnológicos, somos comunicadores, mas exatamente por isso precisamos nos proteger.

Vejo os educadores como os guias, os orientadores, os mediadores, que cuidam para que ninguém se perca. Professores são líderes que olham com amplitude, profundidade, análise e curadoria. Professores são os mestres da adaptação e estão sempre a ensinar como alguém pode tornar-se apto a qualquer coisa ou situação. Professores exercem essa liderança respeitosa e empática que cria elos e mais elos, mantendo mentes pensantes, criativas, transformadoras. Educar é acreditar na transformação, é plantar esperança. E o tempo de hoje exige muita esperança, muita transformação, muita superação, muito amor.

Superar desafios é criar esperança. Se alguém quiser saber se pode ou não confiar em uma escola, observe como seus professores são tratados. Descuidar dos professores é descuidar da própria Educação.

Já estamos terminando o terceiro mês do ano! Já criou sua agenda para 2021? Agenda diz respeito a ações, ao agir, ao explicitar as coisas que temos que fazer. Agenda diz respeito às possibilidades de construções e escolhas, portanto, às possibilidades futuras.

Educar é acreditar nessas possibilidades e ser educador é fazer com que as possibilidades de cada um se concretizem.

Cuidemos dos professores nesses tempos de desafios.

Nunca valorizamos tanto o encontro. Ou melhor, acredito que não tínhamos consciência do quanto amávamos estar perto das pessoas.