A Secretaria Municipal de Saúde de São José em SC, promoverá uma série de lives sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA), com participação de profissionais de saúde, entre os dias 05 e 09 de abril.

O objetivo da ação é promover um espaço de apresentação e debate do tema como forma de marcar o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado no dia 2 de abril, além de aproximar a Secretaria de Saúde da população josefense. As lives serão transmitidas sempre a partir das 14h pelo Instagram @saudesaojose.

Sobre o TEA

O TEA é uma condição de saúde caracterizada por dificuldade em duas importantes áreas do desenvolvimento: comunicação e comportamento. Não há somente um tipo de autismo, mas muitos subtipos que se manifestam de maneira única em cada pessoa. Tão abrangente que se usa o termo “espectro”, pelos vários níveis de comprometimento, não havendo autista igual ao outro.

Nos últimos anos, as estimativas da prevalência do autismo têm aumentado dramaticamente, em grande parte pela ampliação dos critérios diagnósticos. O autismo se manifesta em diversas etnias ou raças e em todos os grupos socioeconômicos, acometendo mais meninos do que meninas.

O autismo aparece nos primeiros anos de vida e, de acordo com as intervenções que são realizadas e o quanto mais precoce forem, as características podem se tornar mais brandas, o que proporciona uma qualidade de vida melhor para os pacientes e suas famílias.

A Organização das Nações Unidas (ONU), no final de 2007, definiu o dia 2 de abril como o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A data tem por objetivo informar e chamar a atenção da sociedade para o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).  

Confira a programação:

Segunda (05/04) – 14h, Tema: Detecção Precoce do Transtorno do Espectro Autista. Palestrante: pediatra Danielle Moreira

Quarta (07/04) – 14h, Tema: Meninas, jovens e mulheres autistas: elas estão entre nós. Palestrante: assistente social e neuropsicopedagoga Michelly Mafra

Sexta (09/04) – 14h, Tema: Convivendo com TEA: Relato de Experiência. Palestrante: enfermeira Denise Pedrinho