Na manhã desta quarta-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina presta apoio à Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) para o cumprimento de mandados judiciais em Santa Catarina referentes à Operação “Rainha de Copas”.

“Que recebe as notícia no WhatsApp? Entre no grupo AQUI

São cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça do Rio de Janeiro nas cidades de Florianópolis, em Jurerê Internacional (norte da Ilha de Santa Catarina) e em Balneário Camboriú, litoral Norte do Estado, em uma cobertura.

Atuam policiais civis da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC) e da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) com policiais civis do Rio de Janeiro. Em Florianópolis, foram apreendidos dois veículos.

A investigação é da Delegacia de Combate às Organizações Criminosas e à Lavagem de Dinheiro – DCCO-LD, através do Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro – DGCOR-LD da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Segundo a PCRJ, a ação tem por objetivo cumprir quatro mandados de busca e apreensão em dois estados e promover bloqueio de contas, valores e sequestro de bens de suspeitos de organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Além de movimentações milionárias em contas bancárias, criação de empresas de fachada e ostentação em casas e bens de luxo, as investigações mostram que os integrantes ainda construíram um canal de comunicação com diversas comunidades para vazamento de informações de operações policiais, divulgou a PCRJ.