Um grupo de empresas de varejo do Reino Unido e de outros países europeus divulgou nesta 4ª feira (5/5) uma carta aberta ao Congresso Nacional brasileiro, na qual expressa preocupação com a persistência do desmatamento na Amazônia, os cortes orçamentários para o meio ambiente e o avanço de projetos de leis polêmicos no Legislativo que ameaçam piorar essa situação. Segundo as empresas, essas medidas “são contrárias à narrativa e à retórica” usadas pelo Brasil na Cúpula Climática e arriscam intensificar o desmatamento. Se isso acontecer, os signatários sinalizaram que fornecedores brasileiros poderão ser prejudicados com restrições e sanções econômicas e comerciais no futuro.

“Que recebe as notícias no WhatsApp? entre no grupo AQUI

O texto cita nominalmente o Projeto de Lei 510/2021, que enfraquece as regras para regularização fundiária de áreas ilegalmente ocupadas. O projeto vem sendo discutido no Senado Federal nas últimas semanas. “Se essa ou outras medidas que prejudicam as proteções ambientais existentes se tornarem lei, não teremos outra alternativa senão reconsiderar nosso apoio e o uso da cadeia de suprimento de commodities agrícolas do Brasil”, conclui a carta. Entre os signatários, estão empresas de varejo comercial como Tesco, Asda, Aldi e Marks & Spencer.

No Diálogo Chino, Sam Cowie e Avener Prado escreveram sobre a expectativa em torno do novo porto fluvial no município de Humaitá (AM), que pretende facilitar o escoamento da produção de soja da região limítrofe entre Mato Grosso, Amazonas e Rondônia. Hoje, o corredor logístico fluvial da Amazônia já movimenta um quinto das exportações de soja do Brasil. Com o novo porto, o principal temor é de que a expansão esperada da soja na região intensifique ainda mais o desmatamento.

Apoie O Portal Folha de Florianópolis, fazendo uma Doação de qualquer valor. Dados para doação é (Banco do Brasil – Agência 1453-2, Conta-poupança 23.516-4).

*Tá gostando das noticias? convite outras pessoas para ler; as notícias do Portal Folha de Florianópolis. Apresente o endereço “www.folhadeflorianopolis.com.br”, nos ajude alcança mas leitores.