A 28ª Promotoria de Justiça da Comarca de florianópolis ajuizou na quinta-feira, 24/06, uma ação civil pública contra a empresa proprietária de um imóvel em processo de tombamento em Florianópolis. O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) pede a concessão de medida liminar para obrigar a empresa a restaurar o imóvel, com a adoção de medidas urgentes que previnam o colapso da edificação e impeçam invasões no casarão, construído em 1915 e um dos últimos remanescentes de seu estilo arquitetônico na região. 

Na ação, o MPSC também requer que o Município de Florianópolis seja obrigado a cumprir seu poder de polícia, fiscalizando e punindo atentados contra os bens integrantes do patrimônio histórico local e fiscalizando a execução das obras. 

O imóvel está em processo de tombamento pelo Serviço do Patrimônio Histórico, Artístico e Natural do Município de Florianópolis (Sephan) e está enquadrado na categoria P2. Assim, o exterior da casa deveria ser totalmente conservado, podendo haver tão somente remanejamento interno, desde que ficassem intactos seu volume e acabamento externos. 

O casarão, que está localizado na Rua Rui Barbosa, no bairro Agronômica, segundo a ação civil pública, “constitui-se em um importante elemento representativo da história do bairro e do desenvolvimento da cidade para além de seu centro histórico”. 

De acordo com a legislação vigente, a obrigação de conservar e reparar o bem tombado ou em processo de tombamento é do proprietário. Em caso de comprovada carência de recursos para a conservação e reparação e consideradas necessárias as obras ou sendo elas urgentes, o ônus pode recair sobre o poder público. Nesses casos, o órgão tombador toma a iniciativa de projetá-las e executá-las, às suas expensas, observado o direito de regresso. 

O pedido liminar aguarda a análise do Juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital Catarinense.

“O Portal Folha de Florianópolis. Informar que as notícias diárias podem para por um tempo, porque não temos patrocinador e recursos financeiro, faça sua Doação.”