Ao encontrar Juan em Paris, Matias tenta trazê-lo de volta à sua humanidade, na tentativa de resgatar Ayala das mãos do Original. Juntos, muitos segredos serão revelados, entretanto, uma transformação poderá ocorrer no percurso dos dois irmãos vampiros.

Capítulo 7: ENTRE O CONTROLE, ESTÁ O FUTURO

O DIA SEGUINTE PARA AYALA

A Cidade de Lobos tinha um bosque lindo, e é nesse paraíso único que Juan Pablo sempre ia para pensar na sua existência. Os animais passeavam de maneira bela, com suas características. Então, deu-se início a etapa de controle de si. 

Juan Pablo: -Tem que ser devagar, sem precipitações. – Com suavidade.

Ayala: -Eu consigo!

Ayala correu depressa, alcançou o coelho e gravou os dentes nele. 

Juan Pablo: -Não é para matar! Não perca esse propósito, vale para não machucar as pessoas. Quando sentir o corpo pedir destruição, pense em obter a paz. 

Com isso, Ayala, chegou nesse estágio de desejar arrancar o pescoço do animal, porém, pensou em como seus pais estavam em paz, e não teve mais esse desejo, soltando o coelho. 

Ayala: -Obrigada! -Tocou no rosto de Juan.

Os dois se deitaram em meio às folhas que caiam das árvores. Observando o sol, sua ternura, vindo a falar do futuro.

Juan Pablo: -Você é linda!

Ayala: -Mesmo sendo uma vampira?

Juan Pablo: -Mesmo assim!

Ayala: -Estou pensando no futuro!

Juan Pablo: -Eu sei, entrei em sua mente!

Ayala: -Tudo é novo para mim Juan – Os olhos lacrimejavam.

Juan Pablo: -Nosso futuro é para sempre. – Olhou para ela.

Ayala: – Eu te amo, só não era…

Juan Pablo: -Seus planos é ser uma vampira, eu sei!

Ayala: -Amo você, sempre o amarei!

Juan Pablo: -Não posso te perder!

Ayala: -Não vai!

Os dois se beijaram de maneira alucinada. Queriam se entrelaçar intensamente, como se só restassem os dois no mundo. A primeira vez de um surto, além de um simples beijo, teve o sabor de toques ampliados, suspiros ecoando antes da fronteira, resultando em sensações extraordinárias. Eram um só.

Fim.