Oz de Oliveira Colunista de Coluna das Crônicas

É bem estranho estes novos dias lá fora, há uma guerra silenciosa e ai se faz a diferença. Entre globalizar e globalização, onde tudo se virou contra o vento, as elites cada mais vez rica determina. Agora o destino do mundo quem tem; o direito de viver nesta nova sociedade ou seja este clã, será que em breve veremos novas repúblicas, terra de ninguém. A se perder de vista, novos impérios agora por certo temos novos donos do mundo, o novo nos bate na porta. Quem seria ousado o bastante para abrir a então nova porta. Eles dizem, tem muita gente aos poucos, o mundo vai esvaziando a história da nossa sociedade está se transformando como nunca se viu, não haverá retorno uma antiga teoria nos avisada sobre a evolução e o perigo dela temos vestígios de sociedades evoluidíssimas que sumiram do nada. Estamos prestes a sumir, tem muita coisa estranha no ar a “Ono” a “oms” a “China”e muita gente estranha nesta cortina de fumaça. As mídias estão para lá de estranhas as modas, as dicas, as agendas parece agora que os donos do mundo agora pararam para conversar em em um tipo de mesa redonda. O povo sente fome se apertão nos coletivos nas péssimas condições humanas de moradias e trabalho tem gente de mais…
E agora será o fim nossos governantes nossa história tudo está muito confuso tudo está passando de vagar não na TV nos céus mesmo! O futuro chegou de uma estranha forma dizem que tudo já estava previsto assim como este raros de plástico que se vê agora com frequência por aí, tem gente de mais… O que será de nosso estranho planeta como será 2023 este novo tempo se estreita nas Américas no acidente no Oriente como eu disse está estranho este nosso mundo tem muita gente estranha…