Em uma ação conjunta entre a Defesa Civil Municipal, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Comcap, de Florianópolis realizou nesta sexta-feira, 20 de agosto, a demolição total de duas das três edificações localizadas nas dunas da Praia dos Ingleses. As construções, sendo um restaurante, um chalé e uma casa, já haviam sido interditadas e condenadas pela Defesa Civil Municipal por conta do avanço das dunas, que comprometeu as estruturas e ocasionou risco de demolição. A casa será demolida na segunda-feira, finalizando a ação.

Os imóveis, que eram acessados pela Servidão Fermino Manoel Zeferino, vinham sendo acompanhados pela Defesa Civil Municipal há mais de um mês, e a primeira edificação foi interditada no início de julho. Após as interdições, a Defesa Civil e Secretaria Municipal de Assistência Social ofertaram apoio aos proprietários e/ou moradores, como hospedagem em hotel e retirada dos móveis de dentro das residências.

Na última quinta-feira, 19 de agosto, a Prefeitura de Florianópolis realizou a última ação pré-demolição, auxiliando a última moradora que ainda tinha bens materiais em uma das casas a esvaziar o local. A Defesa Civil do município explica que todo o processo envolveu apoio de outros órgãos da Prefeitura e amparo jurídico e de órgãos ambientais, para procurar a solução de menor impacto possível ao meio ambiente.

“Estamos falando de uma situação particular na cidade, que é o avanço natural de dunas em um local que atualmente é Área de Preservação Permanente. Tivemos todo o cuidado necessário para que cada etapa fosse realizada da forma correta e com amparo legal”, ressalta Samuel Vidal, assessor técnico da Defesa Civil e responsável do órgão pelo caso.

Depois desta ação de demolição, a Defesa Civil Municipal continuará monitorando o avanço das dunas, fará a realocação da areia e iniciará um processo de intervenção natural com vegetação, buscando minimizar a movimentação da areia.