O imbróglio judicial que previa a demolição da nova ponte construída sobre o canal da Barra da Lagoa finalmente está encerrado. Decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pleito do Ministério Público Federal, que pedia este retrocesso e, consequentemente, traria prejuízos ao turismo, à economia e à mobilidade dos moradores do Leste da Ilha de Florianópolis.

A Associação Empresarial de Florianópolis (ACIF) participou ativamente da obra, criando, ainda em 2014, um grupo de trabalho para o acompanhamento dos serviços. E também integrou como parte interessada na ação judicial movida contra o extinto Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura de SC) e o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), por meio do escritório Buzaglo Dantas Advogados. “Uma vitória para a cidade e, principalmente, para a população da região. O resultado também traz mais esperança de que decisões estapafúrdias e sem respaldo técnico impeçam o desenvolvimento de Florianópolis”, afirma Rodrigo Rossoni, presidente da ACIF.

O advogado Lucas Dantas de Souza, ressalta que os argumentos apresentados foram essenciais para o perfeito entendimento do STJ. “Além do manifesto interesse público, conseguimos demonstrar que as licenças ambientais têm total respaldo da lei, de forma irrefutável”, comenta.

Para ver outras fotos da ponte sobre o canal da barra da lagoa no leste de Florianópolis, acesse a nossa rede social Aqui.