Com a Cidade de Lobos prestes a ser invadida pelo último caçador, Matias German, Juan Pablo, Ayala, Ian e Sibile, vão buscar reforços, tentando convencer os lobisomens e mestiços a se aliar para se livrar do perigo iminente. Diante de tudo isso, sentimentos irão continuar sendo o motivo inesperado, algo a ter que ser lidado.

Capítulo 2: A VISÃO DE SIBILA

A VISÃO DA FEITICEIRA

De repente, tudo fica uma escuridão só. Sibila atravessa o túnel das previsões, seus olhos mudam completamente, ficando totalmente brancos. Uma névoa a leva até a entrada da Cidade de Lobos. Um homem alto, cabelos avermelhados, olhos negros, usava roupa preta de couro, e uma capa da mesma tonalidade. Não tinha dúvidas, era o caçador. Em questão de minutos, volta ao seu estado normal.

Juan Pablo: -O que aconteceu?

Sibila: -Uma visão. -Sua voz tinha um tom preocupante.

Ayala: -O que conseguiu ver?

Sibila:-Ele chegou. -Seu olhar era apavorante.

Ian:-Temos que agir rápido.

Sibila: -Os lobisomens estão na parte sul da floresta, e no norte os mestiços.

Juan Pablo: -Vamos nos dividir.

Matias German: -Eu e Ian iremos falar com os lobisomens.

Jan Pablo: -Eu, Ayala e Sibila iremos até  os mestiços.

Ayala: -Não temos muito tempo.

Partiram para a jornada a qual suas vidas estariam em jogo. O caçador já havia atravessado a fronteira, e neste instante chegou até a casa dos Rodrigues, seguindo o seu localizador, uma bússola antiga. 

Enzo Crisóstomo: -Vazia, como eu previa. Devem ter tido ajuda de uma feiticeira. Vou caçar todas as raças até o inferno se for preciso. -Seu olhar continha um ódio a qual o deixava vivo.

Sabendo que os lobisomens se encontravam na parte sul, e os mestiços na parte norte da floresta, poderia encontrar os vampiros e a feiticeira também. 

Enzo:-Começarei ao sul! -Sorrindo com a possibilidade de encontrá-los.

PARTE SUL DA FLORESTA

Ian: -Já resolveu os seus sentimentos.

Matias German: -Não é da sua conta, por que se importa?

Ian:-Não me importo. Apenas acho divertido. -Riu para a situação.

Matias German: -Vamos agir mais, falar menos.

Ian: -Ayala não te correspondeu, né?

Matias German: -Se quer saber. Não estou nem aí. -Disse, enquanto olhava para todos os lados.

Claro que Matias se importava com a fato de não ser correspondido por Ayala. Mas amava o seu irmão, com sua própria vida.