Quinhentas cidades de Minas Gerais não registraram óbitos por covid-19 de 6/9 a 6/10/2021. Os dados foram informados pelas prefeituras à Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), e constam no sistema Sivep, do Ministério da Saúde.

O número, que corresponde a 58% dos municípios do estado sem mortes pela doença em um mês, revela a eficácia da vacinação contra o coronavírus.

O percentual de imunização com a primeira dose já chega a 83 % da população acima de 12 anos e, com o esquema vacinal completo, passa de 50% desse público.

Nesta quinta-feira (7/10), durante a reunião do Comitê Extraordinário Covid-19, grupo que acompanha a situação da pandemia no estado, o secretário de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, destacou o sucesso da campanha de vacinação.

“Temos um grande crescimento na segunda dose aplicada. Em breve, devemos ter 70% de todo o público-alvo com todo o esquema completo. A adesão à vacinação tem gerado um reflexo muito positivo com diminuição de internações, óbitos e circulação do vírus”, destacou Baccheretti.

Segundo dados apresentados pelo secretário, a média de pacientes internados no estado vem caindo, chegando a 617 no último dia 5/10. Há duas semanas, eram 716 pessoas hospitalizadas devido à doença. Em quatro semanas, a queda é de 25%.  

Minas Consciente


Ainda durante a reunião do Comitê Covid, o secretário de Saúde informou a manutenção de todas as macrorregiões na onda verde do Minas Consciente, plano criado para a retomada gradual e segura das atividades econômicas.

Indicadores de mensuração da pandemia seguem em queda. Destaque para a redução de 25% na taxa de incidência da doença nos últimos sete dias.

A macrorregião Noroeste passará por um acompanhamento mais criterioso devido a algumas oscilações de dados, mas que, por enquanto, não geraram impacto na cadeia de atendimento hospitalar.

Histórico de ondas

Seis macrorregiões se mantêm na onda verde há dez semanas, desde o final de julho. São elas: Centro-Sul, Jequitinhonha, Norte, Oeste, Sudeste e Vale do Aço.

Nesse período, somente o Nordeste e o Triângulo do Sul tiveram de regredir para onda vermelha em algum momento.

Mudanças

A partir de agora, as reuniões do Comitê Extraordinário Covid-19 serão realizadas a cada 15 dias. O objetivo é dar mais dinamismo aos encontros sem gerar prejuízos às ações de enfrentamento da pandemia, já que as análises de possíveis alterações no Minas Consciente são feitas de duas em duas semanas.

Já os integrantes do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes-Minas), responsável pela coordenação das ações de resposta à pandemia do novo coronavírus em Minas Gerais, continuam a se reunir semanalmente.