Com a Cidade de Lobos prestes a ser invadida pelo último caçador, Matias German, Juan Pablo, Ayala, Ian e Sibile, vão buscar reforços, tentando convencer os lobisomens e mestiços a se aliar para se livrar do perigo iminente. Diante de tudo isso, sentimentos irão continuar sendo o motivo inesperado, algo a ter que ser lidado.

Capítulo 7: UM CAÇADOR EM NOSSA CASA

Último Capítulo

O CAÇADOR EM NOSSA CASA

Uma mudança nos planos, coloca o caçador em outro ponto de sua jornada. Ao invés de ir para a parte norte da floresta, ele decide novamente invadir a casa dos Rodrigues.

Enzo: -Não existe nada. Cadê? -Se perguntando.

Todos os cômodos, Enzo havia vasculhado, deixando um estrago na casa. 

Enzo: -Deve estar com eles, ou com a feiticeira. É óbvio que sim!

Sua irritação o fazia ofegar rapidamente. 

Enzo: -Droga! -Enzo deu um soco na parede.

Não encontrando o que desejava, saiu após escutar ruídos de passos. Verdade, eles haviam voltado da floresta. Sibila, Ian e Ayala entraram, mas os irmãos ficaram do lado de fora.

Matias German: – Irmão!

Juan Pablo: -Está tudo bem Matias? -Havia percebido algo estranho em Matias.

Matias German: -Prefiro te contar, antes que saibas por Ayala ou Ian. -Estava preocupado.

Juan Pablo: -Diga!

Matias German: -Não vou impedir se você me der um soco agora. -Falava com deboche.

Juan Pablo: -Fala logo.

Matias German: -Estou apaixonado por Ayala.

Um silencioso estado de paralisação pairava entre os irmãos. Como já era de se esperar, Juan Pablo deu um soco em Matias.

Matias German: -Eu mereci.

Juan Pablo: -Mereceu sim.

Matias German: -Ela te ama demais, não a mim. E antes que me pergunte, não a beijei.

Juan Pablo: -Patético.

Um grito se houve na casa, eles entram. Tudo estava fora de lugar, bagunçado e, a marca de soco na parede, deixava claro: o caçador esteve ali. A batalha iria começar!

FIM.