Com a alta das temperaturas e a retomada do turismo na Capital, é comum o registro de acidentes com animais peçonhentos. Calor e umidade são dois fatores que favorecem o aparecimento desses animais, aumentando as chances de acidentes.

Como evitar acidentes com animais peçonhentos

• Evite entrar em locais alagados. É extremamente necessário usar roupas grossas, luvas e botas de borracha.

• Ao voltar para casa, entre com cuidado, inspecionando todos os lugares, verificando a presença de animais peçonhentos;

• Sacuda roupas, sapatos, toalhas, lençóis e bata os colchões antes do uso.

• NÃO coloque as mãos em buracos ou frestas. Utilize ferramentas (como enxadas, cabos de vassoura e pedaços de madeira compridos) para mexer em móveis.

• NÃO ande descalço! Limpe o interior e os arredores da casa tomando sempre o cuidado de utilizar botas ou calçados rígidos, com perneira, tendo a certeza de proteção pelo menos até o joelho.

• Durante a limpeza, tome cuidado ao tocar ou pegar qualquer objeto. Fique atento (a) para a presença de serpentes, escorpiões, aranhas e outros animais peçonhentos nas superfícies ou nos cantos.

LEMBRE-SE: serpentes, aranhas e escorpiões podem estar em qualquer parte da casa, principalmente em lugares escuros.

• Caso detecte a presença de algum animal peçonhento dentro de sua residência, afaste-se lentamente (sem assustá-lo) e entre em contato com a autoridade competente.

• Não toque em animais peçonhentos, nem nos que pareçam estar mortos. Em caso de acidente com animal peçonhento algumas medidas devem ser tomadas:

• Identifique o animal acima e ligue para o CIATox/SC. 0800 643 5252 (plantão 24h). Guarde o animal (mesmo que esteja morto) para que seja feita a identificação.

•Siga as instruções do plantonista do CIATox/SC, pois para cada situação serão aconselhadas as medidas ou encaminhamentos que você deverá tomar.

•Lavar o local da picada somente com água e sabão.

•Manter o acidentado em repouso. Se a picada tiver ocorrido no pé ou na perna, procurar manter a parte atingida em posição horizontal, evitando que o acidentado ande ou corra.

•Dar água para a vítima beber, desde que seja consciente.

•Levar o acidentado o mais rapidamente possível a um serviço de saúde.